PASSAR FOME, TUDO BEM, MALTRATAR NUNCA!
de frente pro cão...

PASSAR FOME, TUDO BEM, MALTRATAR NUNCA!

Os meus olhos curiosos e ouvidos sempre abertos estão antenados com a paisagem e som. A foto por si, uma vez que nada de fotógrafo eu tenho, pois vocês sabem que fotografia é com o “mágico” do olhar certeiro Antonio David, foi pescada agorinha na feira livre de Jaguaribe, o meu bairro. O “bom pastor” aí, lavador e cuidador – tem isso também – de carros, foi flagrado no exato momento em que batia um papo em “latino” – nada de “latim” – com esse cão dos bons. O que ele dizia? Simples. Primeiro Improvisou uma coleira feita de corda no macho, pois a fêmea do lado macho não saía, e confidenciou aos mais próximos”:

- “Vou levar eles – nada de levá-los – pra casa. Aqui eles são maltratados e passam fome. Tudo bem. Em casa eles podem, assim como eu, passar fome, mas de uma coisa vocês podem ter certeza: nunca irei maltratar – nada de maltrata-los – eles”.

Se me tocou? Ora, vocês sabem que sou tocado com facilidade nesses casos. Passar fome, tudo bem; agora, maltratá-los jamais… Tocou-me.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 5 = quatro

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>