pelo menos com dilma nói sofria, mas nói gozava com ela

pelo menos com dilma nói sofria, mas nói gozava com ela

vez em quando eu sinto faltra de dilma troca-letras e palavras. acreditem. uma vez votei nela

e duas vezes no “cumapanheiro”. nada de mea culpa. a culpa foi do povo brasileiro em geral.

eu disse “votei”. nem mesmo se fosse para sorrir de novo, um sujeito quase sempre de bom

humor, quase sempre, não votaria nunca mais. iria viver sério como um soldade de polícia

em desfile de sete de setembro ou porco mijando na chuva. agora que dilma foi a minha

melhor supresa no humor dos ultimos anos, disso não tenho dúvida. só queria mesmo era

saber que escrevia esses belos discuros e declarações para ela. uma beleza. erro dilma fidel

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 1 = um

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>