Por aqui também seria a mesma coisa ?

Por aqui também seria a mesma coisa ?

Recebi indagorinha. Cansado. Um corre-corre daqueles para entregar – amanhã – tudo de “O que me restou de silêncio” na data prevista. O mês de novembro, última sexta-feira, foi o dia escolhido para o lançamento. Portanto, amanhã, sábado, o que resta é levar o mais rápido possível “O que me restou…” à editora.

Extra! Extra! Extra! O grito ecoou da minha ilha cercada de livros e discos e filmes por todos os lados. O nosso singular espaço Plural está devedor. Tudo a mesma coisa nos últimos dois dias. O motivo não precisa ser explicado. Tudo detalhando no parágrafo primeiro. Agora, daqui pra frente, embora nada vá ser diferente, prometo não me afastar por tanto tempo dele.

Abro a minha caixa de mensagem internética e encontro lá o recado: poderia ser por aí também. Esse “por ai é de Volia, lá da Dinamarca, analisando com o bannerzinho aí a situação de Portugal. Por aqui também? É, bem que poderia ser. Mas, embora sabendo que a corrupção não dará uma basta tão cedo no Governo Dilma, acredito que alguns, não disse todos, alguns mereciam uma oportunidade. Mas, no fundo, no fundo, bem no fundo eu acho que poderia ser por aqui também.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


nove + 7 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>