Porque gado a gente marca…

Porque gado a gente marca…

Neste espaço, dia sim x dia não, costumo espalhar sorrisos. Para isso aproveito o sorriso desenhado de craques daqui e alhures. Chargistas, cartunistas e caricaturistas. Esses artistas do “grupo de risco” que fazem o sorriso  em nosso rosto  abrir-se de uma orelha a outra. Mas não tenho coragem de fazer de conta que também não temos responsabilidade pelo que aconteceu em Brumadinho. Temos sim. Vocês podem até dizer que “não tem nada com isso”.  Eu tenho. As nossas e autoridades lá deles dizem que o “dinheiro para as indenizações” já está assegurado. Você perdeu quem? Tem prova? Filho, pai, mãe, tio, sobrinho,  esposa, marido?  “ Não se preocupe. Nós iremos indenizá-lo”. Imagino  cada um com o seu preço. Imagino. Mas também não adianta estampar neste internético espaço um “LUTO ” e tudo bem.  “Eu fiz a minha parte”. Não é isso.  Espero um LUTO de luta. Lutar para que outras Marianas e Brumadinhos  não sejam levadas por esses “rios de lama” em que eles navegam, e sejam  indenizados com o nosso dinheiro. Indenização de vidas…  Triste. Não existe. Quanto vale a morte de uma mãe? Um pai?  Pausa. Bois e vacas?  Tudo bem.  Afinal, o  gado a gente marca, tange, ferra, engorda e mata.
Mas com gente, seus sacanas,  é diferente

brumadinho dois

Tá doendo sim. E muito.

Em tempo: agorinha li a notícia: “Vale anuncia doação – “doação” –  de R$ 100 mil a cada família de vítimas.

Triste. Muito triste. Cadeia é pouco.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


9 + = catorze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>