quem foi que  disse que o carioca não é mal educado ?

quem foi que disse que o carioca não é mal educado ?

Posso falar de cátedra. Falo. Pois, afinal, estive algumas vezes em São Paulo e outras vezes mais no Rio de Janeiro. Mas fui e voltei jaguaribense. Pois bem. Nessas idas e vindas, sem precisar estudar gestos e olhares, apenas ouvindo e vendo os atos, uma constatação gritou mais alto: o carioca é, antes de tudo, um mal educado!  Pegou mal? Não. Pois é isso mesmo: o carioca é muito mal educado.

Também não vou generalizar porque isso fica para o “coiso”, o nosso futuro presidente Continência.  Esse sim, tudo já escrito.  O presidente Continência vai começar   o seu – dele –  Governo “generalizando”.  Pausa. Também não direi nem escreverei que todo carioca é mal educado. Nunca. Todos? Não!  Quase.

De uma coisa, porém, essa que nada com o “coisa” tem, não deixarei de escrever/falar: entre todos os cariocas que nessa última viagem fizemos, no plural, pois a Rosa foi comigo, o “carioca” mais educado que encontramos foi um… “gaúcho”! Pausa. E, sobre esse, falarei no final das minhas mal-traçadas.

Não sei se vocês que passaram por esse Rio que continua lindo, pois negar nunca hei de, tiveram a infelicidade de, assim meio perdido, pedir informação a um carioca da gema (é mesmo de gemer!). “É ali…” “Segue em frente…” “Depois daquele sinal…”. Tudo isso com aquele ar de “Sou mais malandro do tu”.

Mas, para não dizer que não falei com os cariocas a respeito disso, faz bem lembrar que, nessa viagem, um “carioca da gema”, de forma clara, nos confessou que sentia muito em fazer parte de um povo tão… Mal educado!  Assim mesmo: “Somos, sem dúvidas, um povo muito mal educado”.

Em tempo: conto mais no segundo tempo.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


três × = 27

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>