Raimundo Sodré acabou se perdendo na massa..

Raimundo Sodré acabou se perdendo na massa..

Dia desses Raimundo Sodré, aquele da “massa da mandioca, mãe”, esteve por aqui para ganhar uns trocadinhos. Faz um bom tempo. Ah, faz! Naquela oportunidade só fui vê-lo porque, sem saco para ver a cada semana um novo CD de um artista paraibano que promete ser um novo Chico César, também esse mesmo saco não tinha – nem tenho ainda – para ver sujeitos sempre parecendo cópias deles mesmos.

Lembro-me do estardalhaço que fizeram quando esse bom baiano apareceu com a suas chulas e sambas de roda. Mas o terceiro lugar – o terceiro e não o primeiro como andavam dizendo por aí – no festival global não foi o suficiente para fazer com que conseguisse colocar no fogo o “caldeirão musical” que trazia preparado desde os anos 70, quando largou a Faculdade de Medicina para viver de música.

No comecinho dos anos 80, a Associação Paraibana de Imprensa tinha sempre aberto um barzinho no térreo desse prédio que hoje não sei para que estar servindo, onde bêbedos e equilibristas das palavras se reuniam para longos e festivos papos etílicos. E foi entre uma cerveja e outra que conheci esse baiano que sempre soube manter, mesmo com o anunciado sucesso, os seus – dele- pés no chão. Sabia o festivo Sodré já naqueles distantes anos, que o sucesso sempre fora mais passageiro do que motorista.

- Fazer sucesso é a coisa mais fácil do mundo! Nunca vi coisa tão fácil quanto fazer sucesso! O difícil, companheiro – o PT ainda era uma fotografia na parede e um Partido que começava a nascer com uma cara de gente honesta-, é manter-se nele! É muito difícil um artista conseguir fazer e ser sucesso por muito tempo!

Nesse dia não estava querendo dar uma de sábio ou adivinho o cantor da Massa, não. Ele, uma inteligência acima de média, sabia que a massa queria mais. E que a Massa que lhe trouxe o sucesso não satisfazia a sua – dela – fome de novidade. Não demorou muito, e todo mundo constatou: Raimundo Sodré despontou para o anonimato.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


oito + 9 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>