São Paulo recebe mostra em homenagem aos 80 anos de Tom Zé

São Paulo recebe mostra em homenagem aos 80 anos de Tom Zé

Exposição que celebra a vida do cantor e compositor baiano ficará aberta até 20 de maio

Caixa Cultural São Paulo recebe, de 14 de março a 20 de maio, a exposição ‘Tom Zé 80 Anos’, que celebra as oito décadas de vida do artista. A mostra reúne obras gráficas, digitais e interativas que reavivam a trajetória do cantor e compositor baiano.

Fotos de acervo, textos com inclusões em braile e vídeos extraídos de diversos documentários ajudam a contar a história de Tom Zé: a vida no interior da Bahia, o começo de carreira, a Tropicália, o reconhecimento internacional, os prêmios e homenagens recebidas ao longo dos anos. Entre as obras, uma linha do tempo detalhada perpassa os anos de vida do artista. Este trabalho gráfico-visual é assinado pelo designer, produtor de mídia interativa e curador da exposição, André Vallias.

A efervescência musical do cantor também ganha destaque. De ‘Tom Zé – Grande Liquidação’, primeiro disco autoral lançado em 1968, até ‘Canções Eróticas de Ninar’, lançado no ano passado, a discografia completa de Tom Zé estará disponível na exposição.

“É uma celebração dos 80 anos do artista, focando bastante em sua obra e em seu pensamento musical. Trabalhamos muito em cima das letras mais emblemáticas dele”, explica Vallias, que possui no currículo, entre outros trabalhos, a exposição Gil 70 anos, que passou por Salvador em 2013.

Idealizada pela cantora, produtora cultural e amiga pessoal de Tom Zé, Bete Calligaris, a exposição traz também a contribuição textual do escritor Antônio Risério, além de uma pequena mostra de um acervo pessoal com mais de 10 instrumentos inventados pelo artista e utilizados por ele em muitas de suas gravações e shows.

“Além de um tropicalista sem igual, sempre original, e um dos artistas mais vanguardistas que temos, Tom Zé é também um amigo há mais de 25 anos. Depois de ter dedicado homenagens a grandes nomes da MPB, me senti na necessidade de também prestar essa reverência a ele, que celebrou recentemente 80 anos de vida. Quero proporcionar essa alegria a ele. Iniciamos essa exposição na Caixa Cultural Salvador, onde Tom Zé nasceu, e conseguimos trazê-la para São Paulo, cidade que ele escolheu para viver”, resume Bete Calligaris.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


oito × 6 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>