Saudades de Chinelo

Saudades de Chinelo

Não. Nao estou descalço. Não sei andar assim. A saudade minha é desse ersonagem cara do meu bairro Jaguaribe. Chinelo não andava. Se arrastava. Mas, sendo um homem puro, não deixava rastros. Saudades de um homem bom. Está fazendo falta ao meu bairro. E a mim.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


nove × = 36

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>