Se é pra ficar em cima do muro, melhor no muro não subir…

Se é pra ficar em cima do muro, melhor no muro não subir…

Não sou e nunca fui de muita conversa. A palo seco é isso mesmo: sem muita conversa. No cru, para ficar mais explícito. Nunca fui o tipo de viver com papas na língua. Nem se Papa eu fosse. Às vezes até fico puto comigo (mesmo?) por achar que no final, lembrando a frasezinha famosa do Fernando Sabino, tudo vai dar certo.

Pois é, dois leitores meus, não entendo como é que a corrupção possa ganhar para a retidão, a integridade, a incorruptibilidade, o negócio limpo, a  ação impoluta, a incontaminação. Tudo bem que muitos não estão nem aí. Uma verdade indiscutível. Tendo a sua feirinha no fim de semana e uu trocado para a cachaça,  o resto que se exploda. Eu não.

Tenho pensando bastante na sujeira que estão tentando esconder debaixo do “Tapete Brasil”. Tudo, porém, numa vã tentativa. Meu Deus! São muitos os sorrisos para uma piada sem graça. Ah, o pior é que muitos rirão apenas para satisfazer ao sem graça que a piada contou. Não rirei.

Não vou anular o meu voto. Mas também não votarei em que acha que o bem há de vencer o mal. Não posso votar naqueles que dizem ser a corrupção parte da cultura do povo brasileiro e  que ninguém, mas ninguém mesmo conseguirá erradicá-la de uma vez por todas.

Esse meu estado de espírito – só força de expressão, também nunca acreditei em espírito, alma ou outra coisa parecida – às vezes chuta pra longe o meu quase eterno bom humor. Mas não posso pecar pela omissão. Se é para ficar em cima do muro, melhor no muro não subir.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


5 − = três

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>