SE ELE, DJAVAN, TEM UMA OBRA-PRIMA, ESTÁ NESSE OCEANO!

taí, dessa vez nada vou dizer. ouvir apenas. não preciso dizer nada. até mesmo o meu  silêncio se cala diante dessa bela composição.  essa é uma das poucas vezes que o meu silêncio pede mais silêncio ainda para ouvir.  e assim ouvindo esqueço até que o mesmo compositor dessa beleza musical também fez uma besteira como aquela do “do pé que brotou maria, nem margarida nasceu”. tem outras. mas um sujeito que fez esse oceano melódico tem o direito de fazer besteira. todos tem. vou ouvir esse oceano de poesia pensando na maravilha que é viver. pensem comigo.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


três + = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>