Sérgio Cabral: nada de versos “cabralinos” soltos .todos presos!

Sérgio Cabral: nada de versos “cabralinos” soltos .todos presos!

 Sérgio Cabral, começando a pagar pelos seus crimes, todos cometidos contra o povo carioca, em especial, está deprimido.  Mentira!  A sua depressão termina no dia em que livre, leve e solto outros rios de dinheiro possa descobrir. Tenho pena do velho e bom pai Sérgio Cabral que, nesse exato instante, se ainda estivesse dono de sua memória lhe negaria – merecidamente – a paternidade.

- Filho meu? Nunca! Filho da outra!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


1 + = dez

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>