Sérgio, o Cabral, se puxarem a roupa de presidiário dele, ele dá descarga!

Sérgio, o Cabral, se puxarem a roupa de presidiário dele, ele dá descarga!

 A notícia que me chega é a de que o Sergio Cabral, o “descobridor” de um veio de ouro no seu Rio, esse de Janeiro, anda deprimido. Chorando. Com medo da própria sombra. Medo que não acredito. Pois, todos sabem, entro de uma cela de cadeia, essa de onde nunca deveria sair não há sombra. Suicídio? Cabral não tem coragem para o ato. É um covarde. Para a felicidade geral da nação, em particular do povo carioca, digo ao povo que em breve estarei trocando de roupa e mudando para outra cidade.  Deveria dizer. Não quero. Não desejo. Mas se ele quiser…

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 6 = dois

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>