Trens levam forró para os trilhos de Pernambuco no mês de junho

Trens levam forró para os trilhos de Pernambuco no mês de junho

Serão sete viagens neste ano, sempre aos sábados e em dois domingos

Uma viagem pelas canções tradicionais do forró em meio aos trilhos pernambucanos. É o que promete a nova temporada do Trem do Forró, que começará a circular no próximo dia 2 de junho entre Recife e Cabo de Santo Agostinho.

O trem opera somente nos meses de junho, para aproveitar as comemorações juninas. Serão sete viagens neste ano, sempre aos sábados e em dois domingos.

 

O percurso de 37 quilômetros entre Recife e Cabo de Santo Agostinho é feito literalmente ao ritmo do forró, já que os dez vagões de passageiros transportam, cada um, um trio de forró pé de serra.

A ida é feita em duas horas e quinze minutos, com parada de uma hora e meia em Cabo de Santo Agostinho, intervalo em que os visitantes aproveitam para provar as comidas típicas pernambucanas e dançar.

As duas locomotivas a diesel utilizadas no projeto, fabricadas há cerca de 50 anos, e os 12 vagões, sendo 10 de passageiros, pertencem à CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), de acordo com Anderson Pacheco, idealizador do Trem do Forró.

Os vagões são do tipo pidner, com bancos laterais, e não fileiras de poltronas, o que faz com que os passageiros viajem de costas para as janelas e liberem espaço interno no veículo, que se transforma num salão de dança.

Cada vagão transporta de 100 a 120 pessoas. Além dos dez destinados aos passageiros, há outros dois vagões operacionais -um é composto de sanitários e, o outro, abriga a equipe de apoio, com seguranças, enfermeiros e técnicos de mecânica.

“O nosso São João é muito forte aqui no nordeste e aproveitamos a data para desenvolver esse projeto, que está em sua 28ª edição. Para mantê-lo o ano todo o custo é muito alto e o apoio, próximo de zero. Nossa vontade era ter pelo menos uma vez por semana”, afirmou Pacheco.

A meta é transportar entre 7.000 e 8.000 passageiros nas sete viagens previstas para este ano. O trem parte do pátio ferroviário das Cinco Pontas, no centro do Recife, que não funciona o ano todo, e chega à estação do Cabo. Há uma linha regular da cidade até Cajueiro Seco, operada por VLTs (Veículos Leves sobre Trilhos).

PRIMÓRDIOS

A proposta do Trem do Forró surgiu a partir da desativação de um programa chamado Pró-Lazer, que era desenvolvido pelo governo do estado entre Recife e Caruaru.

Pacheco assumiu a rota, por meio de sua empresa turística, e em 1991 surgiu o primeiro Trem do Forró. À época os passageiros iam de trem e voltavam de ônibus, dada a distância entre as cidades -120 quilômetros, percorridos em seis horas.

Em 2001, com o fim da linha férrea para Caruaru no ano anterior, o destino passou a ser Cabo de Santo Agostinho. Neste ano, o trem sairá aos sábados (dias 2, 9, 16, 23 e 30) e em dois domingos (dias 10 e 24, data em que se comemora o dia de São João). O passeio inicia às 16h, com previsão de chegada de volta à capital às 22h. Os ingressos custam a partir de R$ 130. Com informações da Folhapress.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


5 − três =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>