tudo bem, lula, sou concursado e desonesto…

“A profissão mais honesta é a do político. Porque todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem de ir pra rua encarar o povo e pedir voto. O concursado não. Se forma na universidade, faz o concurso e tá com o emprego garantido pro resto da vida”- Lula

Nesses dias por aí, feriando dentro e fora de mim, percebi que o último discurso de um lula ainda solto virou assunto. Não chegava a um lugar, aqui ou em alhures, que o assunto não viesse à tona. 

O assunto? Lula disse que se você é concursado, conquistou num empreguinho, seja de merda ou não, assalariado ou não é mais ladrão que um político corrupto! Ou seja: por mais ex-crotos e sacanas que sejam os seus ex-companheiros, inclusive o próprio, hoje pulando feito sapo para ver se escapa das pragas Sergio moro, esses são mais honestos que um pobre concursado que passou dias e noites metendo a cara em apostilhas e coisas outras, inclusive livro e vídeos, e foi aprovando num desses concursinhos mixurucas, para ganhar dois ou três salários mínimos.

 Todos, sem esse S, continuou lula, acomodados depois da conquista dessa falsa estabilidade – sim, falsa, porque eles poderão perder o “peitinho” de onde tiram honestamente o leite de suas crianças se agirem como um dos “políticos honestos” colegas dele – são mais ladrões e corruptos que os seus – de novo? De novo!-  colegas profissionais da política.

Fiquei meio assim. Não em cima do muro. Nunca fico. Mas com aquela sensação de que estava sendo chamado de ex-croto e ladrão sem merecer.  Meu Deus! Tanto tempo de universidade. Tanto estudo. Tanto esforço. Tanta honestidade!  E agora, por tudo isso, fui chamado de ladrão e sacana. Ex-croto. Pulha. Sacripanta. Confesso:  votei em Lula. Muitas vezes. Todas em que ele foi candidato.  Mas também confesso que votei na certeza de que nunca seria tratado assim. Se doeu? Continua.  

Voltei de férias. Mas, infelizmente, voltei com aquela sensação de que continuo sendo roubado em meus ideais. Pior: sentindo que, mesmo sabendo que um ex-croto desses citados por Lula é “mais honesto do que eu”, não tenho a menor vocação para a profissão de político.

Uma pena.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× nove = 9

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>