Um pena. E nada a ver – nem beber – com a Brahma ou outra bebida…

Uma pena. Não estava lá. Acabava de pegar o meu trem aéreo de volta para o meu aconchego.  Jaguaribe. Ele precisava de mim. Eu mais ainda dele. Precisava respirar os puros ares que vem da mata do buraquinho anunciando novas manhãs.

 Estive por lá com o irmão/amigo Fernando Caetano. Fernando para eles.  Galego para nós. Esse “nós” aí somos nós daqui. Ele e a boa Pedrina.  Os de lá. Estive com esses.  Tempos bons que voltarão.

O bar Brahma, para os muitos que não sabem, é um barzinho típico “casa de show” que fica no cruzamento famoso da Ipiranga com a São João. As ruas. Essas que ficaram famosas apenas pelo fato de caírem na “cantada” de um baiano sabido que agradou de cheio a pauliceia desvairada.

Dias antes, se a memória não põe  um pé do esquecimento na frente da lembrança  para ela se esparramar no chão, o velho e decadente “The Platters” se apresentara com a sua – dele – “Only you”. Nenhuma vontade de ver o  passado nele. O meu. Prestem atenção na data. O bom Cauby já não era tão bom assim. Tão Cauby assim.

 Nenhuma crítica. Tudo muito natural. Muitos dos nossos não chegaram a idade dele cantando como ele cantava. Nem a idade chegaram. Nem cantavam. Notem o esforço para não atravessar “New York”  pela contramão. O timbre característico se despedia. A voz aveludada o veludo perdia. Não queria mesmo estar presente nessa despedida antecipada. Não estive.  Não valeria a pena. Não valeu para os presentes. Acredito.

 A velha e dançante e gostosa “New York” cantada por ele justificaria o apelido de “a voz” verde-amarelo em tempos outros.  Essa não. Agora não. Daquela vez não. Pausa.  O bar Brahma que me aguarde. Aguarde-nos.  Em breve – muito em breve –  estaremos visitando-o mais uma vez.  E dessa vez sem Cauby. Infelizmente.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


oito − = 3

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>