uma das mais belas “desafinações” que de tom jobim e newton mendonça!

o sotaque deu o charme. é o charme. cantar bossa nova assim é reinventar as suas divisões e cadências. tudo muito bonito e… novo!  a leveza da banda dá um toque especial ao sotaque cheio de síncopes. fiquei um tempão ouvindo. depois não aguentando o prazer em ouvir música que me acompanha nas caminhadas minhas, todos os dias, sozinho, resolvi dividir com os dois leitores meus. se os dois não estiverem a fim de ouvir essa beleza de leitura, poderá ser um bom começo.  um, porém, pelo menos um, sem quaisquer dúvidas que atrapalhe o ritmo, com certeza (concerteza é um atentado contra a nossa última flor do lácio) ouvirá, e, silenciosamente, para não acordar outros acordes sem necessidade, aplaudirá com notas musicais que somente o velho e bom e saudoso joão gilberto poderia fazer – ou aplaudir – melhor. em síntese. pausa. quase escrevo em “síncope”.  em síntese, repito, que beleza ouvir, sem desafinar, alguém cantando assim!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


9 − = seis

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>