voadora no frevo: um novo passo em folia.

voadora no frevo: um novo passo em folia.

posso confessar um segredo? tudo bem, confesso:  não sabia que a minha bela parceira dançava tanto e tão bem o frevo!  foi preciso ver e servir – com todo o prazer! – de parceiro para acreditar. estava solta como nunca solta eu vira nesta vida passageira como todos os passageiros dela. foi além, como diria o mário lago.  toda serelepe, os pés pedindo um novo passo de frevo, perguntou ao registrador do marco, esse feliz por registrar aquele momento histórico, qual era o passo de frevo que ele gostaria de registrar. se marcou? o marco foi testemunha solar!   e esse, o sol, a base de todas as notas. todos notavam. e aí, querem a dobradiça, tesoura, locomotiva, ferrolho, parafuso, pontilhado, ponta de pé e calcanhar, Saci-Pererê, abanando, caindo-nas-molas e pernada (capoeira), ou querem que eu invente um passo novo? e todos: queremos um passo novo de frevo! ela não se fez de rogada. eis aí uma “voadora no frevo” inventada por ela, para atender os curiosos. eu? fazer o quê? Não tinha alternativa: :também voei nesse passo.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


dois + 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>