Vontade de escrever

 

Por Anco Márcio – em 10/02/2011 às 08h53

Eu escrevo por necessidade. Por uma necessidade quase que orgânica.Eu diria mais: uma necessidade fisiológica. As palavras estavam guardadas dentro de mim há muito tempo tentando romper seu mutismo, tentando fazer com que eu escancarasse a boca madrugada a fora e falasse e falasse.

Pra mim pouco importa se estou armado de uma simples Bic, de uma velha Olivetti ou de um Pentiun. Meu problema é dentro da cabeça, onde palavras rodam indefinidas e sem um lugar certo para ficar, sem uma pousada certa para repousar seus sons cansados de tantos e tantos dias.

Aa minhas palavras são as mesmas que todos falam, mas têm características fortes, têm seu próprio sotaque, falam sua própria língua vulgar, como o próprio latim vulgar que eu nunca falei por não haver aprendido todas as suas conjugações, verbos, e, notadamente o problema das declinações.

Pra que danado uma língua com declinações se nem a minha própria tem esse luxo ? As palavras, de há muito que estavam guardadas no armário de minha cansada mente, prestes a sair como se fossem um vulcão em chamas. Coração, pulmão, fígado, rins, tudo isso eu ponho na minha escrita que muitos acham salgada.

Infelizmente eu não posso inventar palavras, criar novos vocábulos, novas preposições, conjunções, locuções adverbiais, pois já existem todas prontas para o uso. As coisas não são bem como eu quero e nem mesmo tenho o que quero das muitas coisas que rondam minha cansada cabeça.

Digamos que eu escreva assim, colorido, isso, isso mesmo eu escrevo em tecnicolor, aquela cor meio esmaecida que existia nos filmes coloridos de antigamente. Digamos que escreva em linguagem de sinais de mudo onde somente os surdos entendem, onde somente as pessoas claras como o dia podem na verdade distinguir…

EU PLURAL: esse espaço foi criado para manter vivas as “invenções” do meu amigo Anco Márcio. Se não curtiram, curtam agora; se já curtiram, vale curtir de novo! – 1berto de Almeida.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


8 − = quatro

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>