zé, josé maria, teixeira de carvalho: bem-vindo, zé!

zé, josé maria, teixeira de carvalho: bem-vindo, zé!

Bem que eu poderia, aqui mesmo de dentro do meu Alazão Vermelho, falar sobre a Camareira, filme a que assisti anteontem, mexicano, dirigido por uma estreante. Uma boa estreia? Tudo bem.  Mas nada além de um olhar de Voyeur na vida de uma camareira.  Esse, porém, o olhar, ficando só na expectativa. Um bom filme? Serei sincero, como sempre: não achei. O assunto, porém, fora do cinema, no dia a dia, é outro: a volta de José Maria Teixeira de Carvalho.

Há muito que nós esperamos a notícia. Ele vai voltar.  Esse “nós” aí são aqueles que gostam do profissional e amigo. Os dois. Assim, esses dois chegarão como sempre, com o bom humor e a certeza de que o melhor lugar do mundo é aqui e agora. Agora, com os amigos, e aqui onde sempre esteve. Saiu apenas para dar um tempo. Um espaço para descansar entre um set e outro  de uma partida tênis de mesa . Esse é o seu campo.

Torci muito pela sua volta. Torcemos. Afinal são décadas de cumplicidade. Um bom sujeito. Não me canso de assim defini-lo. Um cara de bem com a vida e com o mundo. Fato raro nos dias de hoje. Será bem-vindo. Sempre. Nenhuma novidade nisso. Assim é recebido em todo canto que chega. Pela pessoa. Pelo profissional responsável e competente que sempre foi. É.

 Se falo assim é porque o conheço sob esses dois aspectos: pessoa e profissional. Que venha então. Em nosso time a sua vaga estará sempre aberta. Não porque assim o queremos, mas por ser uma conquista sua. Bem-vindo, pois, o grande Zé; bem-vindo, o grande Teixeira; Bem-vindo, José Maria Teixeira de Carvalho!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


8 − sete =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>