Arquivos Mensais: dezembro 2014

Poema de amigo (Anco Márcio)

AMIGO

Por Anco Márcio – em 16/09/2009 às 00h00   Por mais que a gente ache e queira. a vida é muito mais que uma noite de sexta feira. Por mais que a gente tente se enganar, a vida é essa mesma, e a gente tem de encarar. E nem adianta pensar, se iludir, ter enganos… que numa bela manhã todos ... Leia Mais »

Operação Lava Jato: perguntas e respostas

lava jato

   Deflagrada em 14 de novembro, a sétima fase da Operação Lava Jato causou certo choque pelo ineditismo de seus alvos: executivos de algumas das maiores empreiteiras do Brasil foram parar na cadeia por envolvimento naquele que pode ser um dos maiores escândalos de corrupção da história do País. A ação é o desdobramento de uma investigação que chegou ao ... Leia Mais »

O Senhor do Labirinto

bispo

Geraldo Motta Interno da Colônia Juliano Moreira, diagnosticado como esquizofrênico-paranoico, Arthur Bispo do Rosário passava os dias entre os bordados feitos com os fios do uniforme azul do asilo e a reunião de objetos para compor sua arte exasperada. Dizia ser um inventário do mundo para levar a Deus no Dia do Juízo Final. Ganhou o reconhecimento de crítica, museus ... Leia Mais »

A cigana pegou a reta e saiu da linha

essa "cigana" leu a mão dela, não a minha.

  Foi tudo muito de repente. A mulher de roupa colorida e folgada, vestindo um corpo sem curvas, aproximou-se e disse que gostaria de falar comigo.  Um aviso para começo de conversa: sou desconfiado de todo mundo que à queima-roupa, vestindo uma roupa assim ou não, diz desejar falar comigo. Pois não. O senhor acredita em leitura de mão? Como ?! Leitura ... Leia Mais »

Uma cigana analfabeta querendo ler a minha mão.

cigana um

E o futuro? ah, essa é a minha especialidade! O senhor não quer saber do seu futuro?! Não. Não tenho pressa. Faz muitos anos que observo de longe o meu futuro a cada manhã. Todas as manhãs faço um balanço do que aconteceu ontem, o meu passado e o futuro do anteontem. O amanhã logo será presente e passado. Se ... Leia Mais »

Nunca fui de jogar flores no mar nem perfume para Iemanjá

iemanjá 1berto picasa

Ontem, segunda-feira, dia 08 de dezembro, foi dia de homenagear Iemanjá. Nos tempos do babalorixá Carlos leal Rodrigues, aquele que tinha a voz sinônimo de Umbanda, ele dizia que Umbanda “era fé, era paz, era  união e elevação”. Ouvia aquela voz e imaginava um Pai de Santo cercado de filhas e  filhos de santo por todos. Também ouvia o Carlos ... Leia Mais »

A Morena não atirou flores para Iemanjá

iemanjá dois morena picasa

Um dia, lembro-me bem, a Morena que não estava enfeitada de rosas e rendas não dançou nem pediu para dançar no dia de Iemanjá.  Mas senti que dançava na beira do mar num dia outro de 08 de dezembro. Sorri muito nesse dia. Iemanjá,  lá do alto,  também sorriu. Mais que isso: gargalhava de alegria! Iemanjá tem muitos filhos e ... Leia Mais »

Os restos do meu silêncio na LIVRARIA DO LUIZ

eu autografai otima

Só para não dizer que me esqueci de “O que me restou do silêncio…“, aviso aos meus dois leitores, especialmente esse que ainda não espalhou o seu – dele – olhar pelo resto do silêncio meu espalhado por aí, que o referido se  encontra a sua – dele, desse leitor – disposição na LIVRARIA DO LUIZ, aquela mesma que fica ... Leia Mais »