A PARAHYBA É O BERÇO DE QUEM MEMSO?

A PARAHYBA É O BERÇO DE QUEM MEMSO?

Ela até que daria – dá, sejamos sinceros, dá – uma repórter mediana. Boa não. Por aqui, uma constatação, pelo menos por aqui, temos melhores repórteres homens (sic) que mulheres. Não tenho dúvida.  Mas a Patrícia Rocha como apresentadora é… Sofrível. Tudo bem. Tem “alguns/gumas” horríveis. Esses/as incomodam falando ou calados.  Horríveis.  Também nada contra a “mineira”. Nada mesmo. Mas dizer que a capital da Parahyba é o BERÇO DO HANDEBOL foi o cúmulo! E Uma confissão?Ela quase me matou de tanto sorrir, tanto mesmo, para depois ressuscitar gargalhando.

 Kako (assim mesmo?), esse que parece falar como um “ovo na boca”, mas um bom – falta ainda muito para “ótimo – apresentador esportivo (sic), apesar da insistência, dizendo que a Parahyba era a “base da seleção”, referindo aos atletas parahybanos que dessa seleção fazem parte, Patrícia não se tocou.

“Ah, e tem muita gente que ainda não sabe que a  PARAHYBA È O BERÇO DO HANDEBOL!

Peraí, peraí, peraí mesmo! BERÇO? Ora, Patrícia, se a Parahyba é o berço,  a ALEMANNHA deve ser no mínimo a cama! Sai pra lá!

O Dr. Google, o Freud dos nossos tempos, explica tudo direitinho. O handebol foi criado pelo professor alemão Karl Schelenz, no ano de 1919. Sentiram pelo nome do criador? Pois é.  Um ALEMÃO! O BERÇO do handebol, Patrícia, é a Alemanha, esporte surgiu no fim do Século 19!

  Ah, tem uma curiosidade: era usado para – vejam só- para manter os jogadores de futebol em forma. E querem saber de uma coisa? Acho esse esporte tão sem graça, mas tão sem graça, que contrariando a ordem natural do sorriso sorrio (sic) todas as vezes que assisto a um pedacinho de uma partida!

 Um saco?Tudo bem. Eu acho.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


seis + = 11

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>