AS TORRES DE ANTONIO DAVID!
AS TORRES DE ANTONIO DAVID

AS TORRES DE ANTONIO DAVID!

É sempre bom receber a visita do artista do “olhar certeiro” Antonio David. Se o papo não é sobre a arte de fotografar, essa que ele tem e ninguém pode duvidar, são os fatos pitorescos da profissão e das noites pela vida que enchem a nossa sala de sorrisos e expectativas, deixando no ar o gosto de “quero mais”. Pois, além do excelente artista da fotografia, acho que poucos não sabem, Antonio David é exímio contador de fatos históricos e histórias de fatos pitorescos.!

 Pois é. Indagorinha ele esteve nos fazendo mais uma visita. Dessa vez, vez essa que não é difícil de acontecer, veio nos mostrar em primeira mão para o nosso primeiro olhar, duas ótimas pescarias  que acabara de fazer. O ato nos despertou para o fato: ver bem é próprio desse artista. Antônio David  tem um olhar que, se artista não fosse, não veria o que viu para nos mostrar!

 De longe, lá além, bem além, ele  levantou o seu  olhar caçador e pescou essa igreja aí com a suas torres quase encostando no céu! A igreja é católica. Nem preciso  escrever.  O olhar do artista, porém, não ficou “apenas” nas torres.  Atentem para a “câmara de eco” que aquela aberturazinha lá em cima faz soar – gostei – nessa igreja. E o equilíbrio? Tudo no lugar onde deveria estar, para ser pescado no exato momento de puxar o “gatilho” do olho!

  O interessante é que nenhuma preocupação temos com o que está debaixo das torres. Nenhuma! O nosso olhar se conforma com as torres vistas e pescadas pelo olhar  artista! Sem dúvidas é mais uma bela foto de quem vive de olhos abertos para o que muitos tem os seus – deles –  fechados: as coisas simples do mundo!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


seis × = 30

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>