Silêncio! As palavras precisam dormir!

Silêncio! As palavras precisam dormir!

1 – o silêncio pós-eleição  ainda faz barulho. A corrida em busca de um “cargo no futuro” começou. Tem nego que dormindo sonha alto ou  permanece acordado com medo do pesadelo. Pior: nem sonho nem pesadelo. Não dorme. O medo é grande de não acordar para a realidade.

B – não leio sinopses antes de assistir a um filme. A surpresa. Essa me prende mais. Lendo sinopses a surpresa foge pelas janelas dos olhos quando ao filme assistimos.

E – Tem mais: fosse leitor de sinopses  não teria assistido a 15 minutos dos muitos filmes a que já assisti.  E se assim tivesse feito, podem acreditar, a cada quinze minutos de filme esqueceria os primeiros quinze minutos.

R –  assisti mais uma vez a Janela Indiscreta. Sem nenhuma discrição: um dos melhores filmes do Mestre do Suspense Alfred Hitchcock. Mas para que não fique sozinho no meu gosto, concluo: ele e Um Corpo que Cai. Nem os Pássaros nem Psicose.

Compartilhar...Share on FacebookTweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


9 + = quinze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>