Arquivos do Autor: Humberto

Bom dia tristeza ou solidão?!

bom dia

Recebo o primeiro desejo de “bom dia” às – acabava de olhar para o marcador de tempo no meu pulso – cinco horas da manhã dessa cesta comum. Uma sexta comum. Pausa.Acordo cedo.  Mas não estranhei nem um pouco.  Mais cedo que eu muitos acordam. Os dias da semana são quase todos iguais. Se disse “quase” é porque diferente mesmo são ... Leia Mais »

O DIA EM QUE TORQUATO NETO FOI PARA NÃO VOLTAR…

Torquato: muito de poeta e louco. Uma loucura poética.

Torquato Neto ainda é um desconhecido para muitos. Infelizmente. Apenas se conhece de Torquato  o  que se  diz e  o que se conta dele e das  poucas letras de música que  deixou. Torquato não deixou livro escrito. Dizem alguns que se não fosse o movimento tropicalista ninguém saberia quem foi Torquato Neto. Não acredito. Embora não negando que os baianos – Caetano ... Leia Mais »

https://www.facebook.com/share/Sg6zzgexADDqiS9r/?mibextid=9R9pXO Leia Mais »

Somente em sonhar que vou dormir me deixa acordado…

insonia cinco bom

Ele nunca tivera tanta insônia. Sabia que sofria desse mal. O mal do século. Dissera outro dia para o colega. Sabia também que havia tratamento. Lera em uma revista médica que a “doença” – falava assim aspeando a palavra com os dedos – tinha cura.Tudo era mais uma questão de hábito. Mesmo assim, cabeça cheia de ensinamentos médicos e populares, ... Leia Mais »

AS CERTEZAS DE MARIO QUINTANA

certezas-mario-quintana-1-728

  O espaço é meu e de vocês. Mas, sem cabotinismo, sempre o considerarei mais meu que de vocês. Afinal, esse espaço tem a minha cara. Ele é singular por ser este titular um sujeito plural. Agora, nesse exato momento, leio o meu poeta Mario Quintana. Os versos de Mario, se poeta eu fosse, seriam os meus ou aqueles que eu ... Leia Mais »

Cardivando de Oliveira não disse “I want to be alone”

images (18)~2

No dia 11 de abril do ano de 2021, o radialista Cardivando (Cavalcanti) de Oliveira,  depois de sofrer  um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, aos 73 anos, deixando o lado direito do seu  corpo paralisado, foi internado.   Cardivando, o radialista,  quando estava com o microfone  no seu bem ouvido  programa (Bom Dia, Paraíba), era invejado até pelo “rei” Roberto ... Leia Mais »

EU NUNCA TIVE MEDO DE VIRGINIA WOOLF!

virgina wooll

Aqui na minha ilha. Estou.  O cachorro querendo sair de sua prisão de vidro, e eu lhe pedindo mais um tempo. Voltei da ilha do Ubaldo, pensando apenas em descansar. Cachorro preso e tranquilidade. Tô chegando ao ponto.  Melhor dizendo: estou no ponto de cem réis.    Mrs. Dalloway ?  Isso mesmo. Mergulho sem muita profundidade no mundo um tanto desesperado ... Leia Mais »

No silêncio da noite

FB_IMG_1566436779900

Tudo a ver comigo. Detesto barulho. Talvez por isso mesmo não consiga escutar – ouvir é fácil – dupla como os “africanos”. Os dois. O barulho quase sempre é vazio como um tambor que mesmo vazio, faz barulho. O silêncio. Esse diz tudo que as palavras nunca conseguirão dizer. Uma foto vale mais que mil palavras? Uma foto é visível. ... Leia Mais »

ã ã ó . ã ç “—- ” ã ! í é ã ê! é à -! é -! ã ã á é- . é . , ! , à ã, . Leia Mais »