Arquivos do Autor: Humberto

A PEDRA DO DESTINO

pedra do destino

(Para Ana Beatriz e Heráclito de Almeida, que me contaram muitas histórias nesta Vida Severina)   É de manhã e o Homem está para sair de casa. Antes de abrir a porta, a campainha toca. O Homem atende. Na soleira da porta estão dois vultos: um, cheio de luz na cabeça, crachá na lapela; e outro, encapuzado, rosto na sombra assim como ... Leia Mais »

Eilzo Matos

FB_IMG_1650015574052

Sem “babar”, anoto um traço do gênio nos escritos de 1berto de Almeida: o uso da pontuação e de maiúsculas. Mario de Andrade e José Saramago escreviam assim. Eilzo Matos em 15 abril 2016, por causa desse texto   essa belezinha aí, para os muitos que não sabem, apresento agora. é Livinha, a minha doce Livinha. nela está toda a ... Leia Mais »

Estou agora no vinho! Estou voltando!

FB_IMG_1649960564407

amanheço em mim. sol. esse não vem do lado de fora. carrego comigo. o meu. muitos dias fora deste espaço. o espaço em mim pedia a minha volta. pede. vazio. precisava de alguém para ocupa-lo. voltei. o que tenho de melhor carrego comigo. sempre. fora de mim estão os outros. o inferno. não posso evitar. enigmático. monossilabico. por enquanto. falo ... Leia Mais »

TIVEMOS DE SER DESTRUÍDOS…

destruidos dois

No princípio, era quase nada: sabia-se as horas e alguns números de telefone, um samba de Ary Barroso e quando terminariam as aulas. Quase nada. Mas a pressão interna aumentou na medida em que fomos mártires do cotidiano. E, em breve, havia mais temas nas conversas noturnas. Soubemos quem era o responsável pela desgraça do país. E quem se aventurava ... Leia Mais »