Arquivos do Autor: Humberto

esses filósofos de muros!

FB_IMG_1656323011550

SOU FÃ… dessas “filosofias de rua”. Também não desprezo aquelas de banheiro. Vocês sabem: “triste fado, triste sina, ser poeta de latrina!”. Tipo assim. Uma filosofia “visceral”! Essa encontrada no muro da cidade é algo assim muito maior. Filósofos de rua!  Faz bem encontrá-los pelas ruas,  parques e praças de nossa  cidade. Ah, e nos muros, principalmente nesses. Pois é. ... Leia Mais »

Gil vive h8á mais de 80 em qualquer via!

FB_IMG_1656322562376

uma beleza amanhecer ouvindo essa beleza! música e poesia! bom dia! filosofia ? a melhor. PARABÉNS, GILBERTO GIL! FELIZ IDADE! 80 ANOS! “Uma lata existe para conter algo Mas quando o poeta diz: “Lata” Pode estar querendo dizer o incontível Uma meta existe para ser um alvo Mas quando o poeta diz: “Meta” Pode estar querendo dizer o inatingível” – ... Leia Mais »

Flor de baoba

FB_IMG_1656282418635

Vendendo o peixe, como assim o comprei! A Flor do Baobá que abriu nesta semana, na Praça Dois Irmãos, no Recife. Ela abre a cada 50 anos.Linda e Maravilhosa ! Compartilhem porque a próxima não veremos! Leia Mais »

Fala, Chaplin! Eu tiro o chapéu e te escuto!

FB_IMG_1655928396426

A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração; Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para lhes mostrar que sou diferente do que elas pensam; Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar; Calar-me para ouvir; aprender com ... Leia Mais »

Por trás da letra: “A tonga da mironga do cabuletê

FB_IMG_1655903197226

1970. Vinícius de Moraes e Toquinho voltam da Itália onde haviam acabado de inaugurar a parceria com o disco “A Arca de Noé”, fruto de um velho livro que o poetinha fizera para seu filho Pedro, quando este ainda era menino. Encontram o Brasil em pleno “milagre econômico”. A censura em alta, a Bossa em baixa. Opositores ao regime pagando ... Leia Mais »

não pense que com a sua partida os pássaros deixarão de semear no seu quintal sementes de esperança

Faz tempo que não mexo com as palavras. Essas têm ficado dormindo na rede das articulações dos meus dedos malabaristas. Somente eu sei o porquê de esse estar afastado deste espaço que um dia foi o meu divã.  O motivo do afastamento? Se não me sinto bem em revelar, não o revelarei. Não me sinto bem em revelar esse mistério doído. ... Leia Mais »

Barreto Neto

Crônicas O estilo era o salário de Barreto Neto 15/06/2017 por: Humberto de Almeida Há muito que este escriba perguntava sobre o porquê de ninguém ainda ter prestado uma justa homenagem a esse sujeito que ensinou, embora muitos não tenham aprendido, tanta a gente a escrever, e fez com que o admirássemos pelo bom caráter que fora em sua breve passagem ... Leia Mais »

O estilo era o salário de Barreto Neto

HHá muito que este escriba perguntava sobre o porquê de ninguém ainda ter prestado uma justa homenagem a esse bom  sujeito  de ótimos predicados.  Ele que ensinou –  embora muitos não tenham aprendido –  tanta a gente a escrever e fez com que o admirássemos pelo bom caráter que fora em sua breve passagem por aqui. Escrevendo simples como simples ... Leia Mais »