Arquivos do Autor: Humberto

a falsa notícia tem

noticias falsas

faz tempo que deixe o espaço facebook. deixei assim. leio os colegas e me recolho a minha ilha cercada de livros e discos e filmes por todos os lados. se deixar de lê-los como como sabê-los onde encontrá-los ? encontrá-los-ei Leia Mais »

refletindo diante do espelho do meu banheiro

HOMEM NO ESPELHO

Amanheci! Mas nada de pegar a viola e botar na sacola. Assim como fez aquele cantador. Não ando com sacola. Às vezes de saco cheio. Saco. Viola e saco nas costas é coisa de cantador. Não sou. Amanheci em mim. Natural. Todos os dias isso acontece. Primeiro, aqui dentro. Depois, lá fora. Diante do espelho do meu banheiro me divirto. ... Leia Mais »

BONS TEMPOS AQUELES DAS GOTEIRAS NA INFÂNCIA…

goteira um

As crônicas escritas num dia de chuva são quase sempre as mesmas. Os mesmos temas. As mesmas biqueiras derramando água e lembrando os nossos tempos de infância. Os banhos de biqueiras nas poças de água. – Menino, entra! Tu Vai (sic) gripar! Você não vai entrar em casa todo molhado assim. Nunca.  Olha só que roupa. Mais tarde vai tossir A ... Leia Mais »

o meu silêncio

humberto em pedaços

“Não preciso de palavras para descrever  o meu silêncio. Nunca. Palavras? Palavras, palavras, palavras. Apenas.   A palavra é pedra no caminho do meu silêncio.  Ela faz com que ele nela tropece e caia. barulho. Perturbe o menino que dorme na rede do tempo.  Um tempo que não conseguiu ainda pescá-lo. O meu silêncio não grita para acordar as manhãs. ... Leia Mais »

“Chegou tarde!”

... e que a sua vida siga calma como as águas calmas de  um rio.

Amanhece. Preciso ir. São cinco horas da manhã. Hoje é sexta-feira. Nenhuma novidade. São muitas as sextas-feiras no ano. Muitas na vida. O branco predomina nas minhas sextas-feiras. Eu gosto. Nenhum significado maior. Embora muitos pensem o contrário. Há um significado maior viver o branco das sextas-feiras! Viver o branco nas sextas-feiras.  O Livro do Desassossego. Fernando pessoa. Nem preciso abrir. “A ... Leia Mais »

olha eu aí, minha gente!

mesmo sem ser réu, confesso: não esperava essa bela homenagem do artistamigo, o multimídia, como muitos assim o conhecem, hélio costa. em primeiro lugar, como motivo para a minha descrença, os antes homenageados por eles eram – e continuam sendo – grande artistas. entenderam? assim, não me considerando um artista, embora a rosa insista e diga o contrário, ela e ... Leia Mais »

E – Mensageiros da agonia

microfone

# Um desses mensageiros da agonia, sem quaisquer análises prévias, vomitou que a “doença” do rapaz que surtou e feriu com “arma branca” um casal de vizinhos, no bairro do Bessa, foi tudo consequência de “muita droga na cabeça”.  Maconha” Cocaína” e outros. O outro, na mesma sintonia, que esse merecia prisão perpétua “no mínimo” e no máximo, mesmo que ... Leia Mais »