Arquivos do Autor: Humberto

a minha charge falada

nani candidatos

serei dessa vez sincero ao dizer que sucinto serei. vou tentar.  o espaço de charges no eu plural foi feito para dispensar as palavras. o silêncio. esse que é meu característico deveria silenciar ainda mais (sic). no entanto, adversativa que raramente uso neste espaço singular que me é tão plural, diante de algumas charges ou cartuns, esses dedos malabaristas não ... Leia Mais »

A gentileza do Gonzaguinha com um profeta que pouco de Gentileza tinha…

gentileza

Vou seguindo de quarentena. Quaretenando. Tudo vendo e outras  revendo.Assim, vou logo confessando que gosto e muito dessa música de Gonzaguinha. Cantada por ele ou não. Mas, por ele, em especial. Uma letra somente ternura. Numa gravação em que o Gonzaguinha estava ternura.  E “cantando “melhor ainda.  Sentiram as aspas. Isso porque, na verdade, Gonzaguinha nunca cantou.   Um dia, em ... Leia Mais »

deságua a poesia no varadouro do poeta políbio!

centro_historico_ noite

isso mesmo. hoje amanheci somente vontade de ler/reler os poetas que eu mais gosto. amanhã será a vez de outros. e entre esses, não poderia esquecer, o meu quintana. agora fico com os poetas daqui de pertinho que soam e ressoam no mundo. nada de “poetas parahybanos”. do mundo. poeta não tem essa de ser de um lugar definido. daqui e ... Leia Mais »

fui sem medo e sem medo estou!

vai sem medo

sou teimoso. muito.  mas embora com essa teimosia toda achei por bem perguntar: e corona? ele me respondeu naquele tom conciliador de médico e amigo: ora, 1berto! o nível é o mesmo de um passeio pelo centro da cidade. parei. trocando em miúdos, como assim costumo dizer, mesmo que não tenha dito, ele acabou de me dizer que “viver é correr ... Leia Mais »

os meus orgulho em carne e osso e gratidão!

IMG_20200728_092314308_HDR

se não fossem eles, juro que não saberia que existia o dia dos avós. também sei que muitos poucos lerão essas mal-traçadas somente orgulho da filha que tenho e dos netos que ela deu para esse avô-corujão. acho que é isso  o que dizem por aí: avô-coruja. agora,  se junto ou separado, pouco importa – sou corujão mesmo.  mas duvido ... Leia Mais »

Valeu, Sérgio! O Zelão chorou por ti!

O cantor, compositor e cineasta Sérgio Ricardo, expoente da bossa nova e do cinema novo, morreu na manhã da última quinta-feira, 23, aos 88 anos, no Hospital Samaritano, na zona sul do Rio de Janeiro Uma das figuras mais importantes na MPB na era da militância pelo retorno da democracia nos anos de ditadura militar, Sérgio Ricardo se tornou célebre, ... Leia Mais »

Cada dia mais orgulhoso do avô em mim!

IMG-20200726-WA0005

Hi é o dia do melhor avô do mundo! Melhor que esse duvido encontrar, meus filhos são privilegiados em tê-lo como um tudo! NÓS te AMAMOS VOVÔ Beto,que Deus te abençoe cada vez mais com tudo q precisas!Obg por cada preocupação com seus netos ,ensinando sempre o melhor, és o espelho de cada um deles! Te amamos e um FELIZ ... Leia Mais »